free hit counter code
Marque a sua Consulta
Tele-Atendimento
Whatsapp Consultório Dr. Thiago Santana

Implante dentário com cirurgia guiada x método tradicional: Entenda as diferenças

>, Implantodontia, Notícias>Implante dentário com cirurgia guiada x método tradicional: Entenda as diferenças

Implante dentário com cirurgia guiada x método tradicional: Entenda as diferenças

Nesta postagem irei trazer um método diferenciado para a realização de implante dentário: A cirurgia guiada.

Antes de mais nada, como funciona o método tradicional de implante?

Já falei em outros posts aqui no meu blog, que um implante é baseado em basicamente 3 etapas:

  1. Inserção de enxerto (quando necessário). E o mesmo levará aproximadamente 6 meses para “solidificar” e ir para a segunda etapa
  2. Fixação do “pino” do implante. Estrutura que funciona como o suporte para receber o seu dente posteriormente (exerce o papel da raiz do seu dente – só que artificial).
  3.  Inserção do dente provisório e logo em seguida o dente definitivo (coroa).

No método tradicional de implante, a gengiva do paciente precisa ser cortada em inúmeras partes para que o procedimento seja realizado.

Método tradicional aliado a cortes na gengiva – Por que você deve evitar?

As consequências mais agressivas que os cortes na gengiva causam para o paciente são:

  1. Bastante incômodo no pós operatório (uma vez que boa parte da gengiva estará cortada)
  2. Pós operatório mais longo, por conta da cicatrização da gengiva.

Cirurgia guiada como método inovador e mais cômodo para o paciente

Muitas pessoas (e até mesmo alguns profissionais) ainda estão trabalhando com base no modelo tradicional de implante dentário. Não tem problema nenhum quanto a isso (desde que o paciente saiba exatamente como será o seu procedimento e também o seu pós – operatório).

Garanto que se eu perguntar a 10 pessoas se elas queriam fazer um procedimento menos agressivo e mais rápido para cicatrizar, as 10 vão responder que queriam. O problema é que muitas delas não sabem que esse método existe (por isso estou esclarecendo).

No método inovador (chamado de cirurgia guiada) a boca do paciente passa por um scanner computadorizado e a área do implante é medida de forma milimétrica, ou seja, o computador irá dizer exatamente aonde o “pino” do implante deverá ser fixado.

O que os pacientes ganham com isso?

  1. Menos cortes na boca (apenas um furo no local do implante)
  2. Cicatrização de forma acelerada.

Para pessoas que irão fazer apenas um implante, talvez não faça tanto sentido a diferença de um método para o outro. Agora pense nas pessoas que irão fazer 2, 3, 5 ou mias implantes? Imagine boa parte da boca cortada e um pós operatório extremamente complicado (principalmente para se alimentar).

A idéia desse texto (caso você esteja pensando em realizar um implante dentário), não é te amedrontar, muito pelo contrário: É esclarecer e te mostrar que a tecnologia evoluiu e você pode utilizá-la ao seu favor, gerando assim mais conforto e comodidade no seu tratamento.

Espero que esse conteúdo possa ter te ajudado!

Até breve!

Sou Dr. Thiago Santana, especialista em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial e Implantodontia, com cursos nos EUA e Brasil em Harmonização Orofacial e Cirurgia Ortognática.

Para informações, dúvidas ou agendamento de consultas ligue (79) 3303-8003 ou (79) 99981-5352

By |2018-09-25T07:37:56-03:00setembro 24th, 2018|Cirurgia Buco-Maxilo-Facial, Implantodontia, Notícias|0 Comentários

Sobre o Autor: