free hit counter code

Medicações podem influenciar o seu implante dentário? Saiba tudo!

>>>Medicações podem influenciar o seu implante dentário? Saiba tudo!

Medicações podem influenciar o seu implante dentário? Saiba tudo!

Olá,

Nesta postagem, abordarei um assunto que constantemente surge como dúvida em alguns pacientes: O uso de determinados tipos de medicações pode influenciar na perda do implante dentário?

Como acontece a inserção de um implante dentário?

Para que um paciente possa receber um implante dentário, se faz necessária a realização de exames e estudos específicos para cada caso. Nem todo problema é igual, logo, nem todo procedimento que serviu para o paciente “A” servirá para o paciente “B”.

No caso de pacientes que tomam alguns tipos de medicações (principalmente ligados a enfermidade de Osteoporose), o cuidado durante realização do implante tem que ser redobrado.

Entenda o motivo do cuidado especial

A Osteoporose pode ser responsável por uma possível perda de implante. O problema é que quem sofre desta enfermidade geralmente toma algum tipo de medicamento (e aqui o Cirurgião Dentista precisa entender qual medicamento o paciente toma).

Medicamentos possuem efeitos no organismo e através destes efeitos o implante pode ser colocado em xeque, ou seja, você poderá perder todo o tratamento.

Medicamentos x Cicatrização do Implante

Alguns medicamentos reduzem a irrigação sanguínea do interior dos ossos, o que influencia na cicatrização do implante.

Para que fique ainda mais claro, o pino do implante (que vai passar a exercer o papel de raiz do seu dente) é fixado no osso e geralmente leva em torno de alguns dias para estar pronto para receber a coroa (dente definitivo).

Partindo do ponto que a medicação está diminuindo a irrigação sanguínea nos ossos, esse período de cicatrização pode ser ainda maior, retardando, assim, o tratamento.

Medicamentos x Desconforto

Não é muito difícil de encontrar pessoas que reclamam constantemente de dores no estômago por conta dos medicamentos que tomam. O problema é que outras parte do corpo também são afetadas (e a cavidade oral é uma delas).

É papel do seu Cirurgião Dentista entender o seu diagnóstico e desenhar um tratamento adequado para a sua realidade, afinal, realizar um procedimento de implante dentário e logo após ficar com a boca repleta de aftas, não é uma experiência que você gostaria de ter, não é mesmo?

Estudo de caso como resolução para este problema

Implante dentário não é uma receita de bolo, ou seja: Não é apenas decidir que tipo de material usar e fazer a cirurgia. Muitos profissionais trabalham dessa forma, mas eu discordo, por três motivos:

1 – A sua saúde não é igual a de todos os pacientes

2 – Você é diferente, possui necessidades diferentes e deseja um tratamento diferente. Tem pessoas que focam mais em estética, outras na função de mastigação dos dentes, outras em prazo para terminar o tratamento, enfim…

3 – Último e também super importante: “Diagnósticos costumam ser diferentes”

É justamente por entender perfeitamente estes 3 elementos que estudo, entendo qual tipo de medicação cada paciente está tomando, pesquiso e dentro do possível, realizo um tratamento diferenciado para cada pessoa.

Isso faz sentido pra você?

Espero poder ter ajudado!

Até breve!

Sou Dr. Thiago Santana, especialista em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial e Implantodontia, com cursos nos EUA e Brasil em Harmonização Orofacial e Cirurgia Ortognática.

Para informações, dúvidas ou agendamento de consultas ligue (79) 3303-8003 ou (79) 99981-5352
By |2018-11-22T15:18:53+00:00novembro 22nd, 2018|Implantodontia, Notícias|0 Comentários

Sobre o Autor: